segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Oferenda


O sorriso que constrange os olhos que ainda sonham
Cubro os espelhos para aliviar a dor
Dormente a língua,o corpo ,as mãos
Anseio pela morte do corpo que teima em ser
Nela espero conforto de sonhos reais ,vejo apenas mentiras expostas em pratos floridos
Retorce o corpo ,para que ele ande em linha reta
Sombra de sonhos ...

Brasa que queima em oferenda para manter corpos

Aquece e morre enfim.

3 comentários:

  1. ...É a eterna combustão consensual.
    A verdade nem sempre espelha nossos desejos e necessidades. O essencial na maioria das vezes está escondido...bem aí, dentro de você.

    Lindas palavras.
    Me faz pensar.
    beijo

    ResponderExcluir
  2. Desculpe a invasão, mas eu tenho uma ótima notícia!

    O Blog Amor, Mistério e Sangue está estreando sua primeira promoção!!!

    O prêmio para o vencedor é o primeiro volume da Série "A guerra das Sombras"

    O Livro de Dinaer
    Para mais informações sobre o livro
    http://www.aguerradassombras.com/dinaer.html

    Você não pode perder essa super promoção!!!
    http://amormisterioesangue.blogspot.com/2010/04/primeira-promocao-do-amor-misterio-e.html

    Bjs e boa sorte!

    ResponderExcluir